SIMÃO O MAGO

SIMÃO O MAGO

Aceitei como queriam que eu fizesse, só para ter o poder que muitos tinham.

 Aprendi um novo linguajar, reconheci a necessidade de organizar meu tempo para estar presente, e aprendi que precisava estar presente para me fazer reconhecido.

Meu nome é, NOVO CONVERTIDO.

 Li a bíblia inteira para aprender a pregar, lendo mais algumas vezes com o auxílio da leitura dinâmica, vi que não era preciso tanto para tal ofício, pois muitos pregadores mal tinham lido metade da bíblia, então com um curso de memorização, decorei versículos chave, dentro de determinados textos, aproveitei todas as oportunidades que me davam para colocar em prática aquilo que aprendia.

Meu nome é, IRMÃO.

Não satisfeito com o que tinha, corri atrás de truques lingüísticos, passei a observar os grandes pregadores e suas técnicas, as mesmas que levam o público a loucura.

Para acrescentar mais força a meus discursos, estudei nas escolas de sofisma a arte da retórica, treinei com alguns adeptos de seitas todos os meus conhecimentos técnicos da palavra, me esmerilei com a arte da apologética e me tornei um mestre da persuasão.

Meu nome é AUXILIAR.

Dominei em pouco tempo toda a arte da homilética, e toda exegese possível para não fugir de minha linha doutrinária, e partir para heresias.

Ter reconhecimento acadêmico foi fácil, com apenas  trinta e oito apostilas de assuntos diversos me tornei bacharel e teólogo.

Meu nome é DIACONO.

Acrescentei a meus discursos técnicas de auto ajuda que aprendi em algumas aulas de psicologia, lendo escritores consagrados  em alto ajuda descobri O SEGREDO de alguns pregadores do positivismo, junto com técnicas de neurolinguistica aprendi o caminho das palavras sensoriais dentro de determinados textos bíblicos, que me ajudaram a dar mais poder a meus discursos.

Meu nome é OBREIRO.

Aprendi como utilizar os números a meu favor, e as estatísticas para comprovar o que eu pregava, procurei uma linha doutrinária voltada para a teologia da prosperidade, que embora um pouco marginalizada pelo sistema, ainda permanece viva entre os pregadores da atualidade.

Curas divinas e revelações fantásticas, faziam parte de meus discursos, o público caia aos meus pés.

Meu nome é PRESBÍTERO.

Andei entre os poderosos, aumentei meu patrimônio,  pois crescimento espiritual, como dizem, sempre deve vir acompanhado do financeiro, caso contrário, algo estava errado com minha vida.

Vendi CDS, DVDS, escrevi livros, matérias de jornais e revistas, tirei fotos dei autógrafos, viajei o pais e rodei o mundo pregando a mensagem, aquilo que de graça recebi, bem caro vendi.

Meu nome é INTINERANTE.

Me  tornei modelo para muitos, todos que vinham após mim imitavam meu estilo, tanto no pregar como no agir e vesti e até mesmo andar, todos os meus jargões se tornaram grandes sucessos.

Meu nome é PASTOR.

Desde quando aceitei, persegui algo que nunca encontrei, e o que sempre me admirei foi encontrar pessoas que com menos conhecimento, tinham aquilo que sempre busquei.

Não provei, não toquei, não achei, e sempre imitei.

Talvez minha motivação fosse a causa da minha decepção.

 E tive que me contentar em saber, que ao impor minhas mãos e passar o poder, é algo que talvez eu nunca vou ter.

Meu nome é

SIMÃO O MAGO. 

Deixar um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: