SIMÃO O MAGO

SIMÃO O MAGO

Aceitei como queriam que eu fizesse, só para ter o poder que muitos tinham.

 Aprendi um novo linguajar, reconheci a necessidade de organizar meu tempo para estar presente, e aprendi que precisava estar presente para me fazer reconhecido.

Meu nome é, NOVO CONVERTIDO.

 Li a bíblia inteira para aprender a pregar, lendo mais algumas vezes com o auxílio da leitura dinâmica, vi que não era preciso tanto para tal ofício, pois muitos pregadores mal tinham lido metade da bíblia, então com um curso de memorização, decorei versículos chave, dentro de determinados textos, aproveitei todas as oportunidades que me davam para colocar em prática aquilo que aprendia.

Meu nome é, IRMÃO.

Não satisfeito com o que tinha, corri atrás de truques lingüísticos, passei a observar os grandes pregadores e suas técnicas, as mesmas que levam o público a loucura.

Para acrescentar mais força a meus discursos, estudei nas escolas de sofisma a arte da retórica, treinei com alguns adeptos de seitas todos os meus conhecimentos técnicos da palavra, me esmerilei com a arte da apologética e me tornei um mestre da persuasão.

Meu nome é AUXILIAR.

Dominei em pouco tempo toda a arte da homilética, e toda exegese possível para não fugir de minha linha doutrinária, e partir para heresias.

Ter reconhecimento acadêmico foi fácil, com apenas  trinta e oito apostilas de assuntos diversos me tornei bacharel e teólogo.

Meu nome é DIACONO.

Acrescentei a meus discursos técnicas de auto ajuda que aprendi em algumas aulas de psicologia, lendo escritores consagrados  em alto ajuda descobri O SEGREDO de alguns pregadores do positivismo, junto com técnicas de neurolinguistica aprendi o caminho das palavras sensoriais dentro de determinados textos bíblicos, que me ajudaram a dar mais poder a meus discursos.

Meu nome é OBREIRO.

Aprendi como utilizar os números a meu favor, e as estatísticas para comprovar o que eu pregava, procurei uma linha doutrinária voltada para a teologia da prosperidade, que embora um pouco marginalizada pelo sistema, ainda permanece viva entre os pregadores da atualidade.

Curas divinas e revelações fantásticas, faziam parte de meus discursos, o público caia aos meus pés.

Meu nome é PRESBÍTERO.

Andei entre os poderosos, aumentei meu patrimônio,  pois crescimento espiritual, como dizem, sempre deve vir acompanhado do financeiro, caso contrário, algo estava errado com minha vida.

Vendi CDS, DVDS, escrevi livros, matérias de jornais e revistas, tirei fotos dei autógrafos, viajei o pais e rodei o mundo pregando a mensagem, aquilo que de graça recebi, bem caro vendi.

Meu nome é INTINERANTE.

Me  tornei modelo para muitos, todos que vinham após mim imitavam meu estilo, tanto no pregar como no agir e vesti e até mesmo andar, todos os meus jargões se tornaram grandes sucessos.

Meu nome é PASTOR.

Desde quando aceitei, persegui algo que nunca encontrei, e o que sempre me admirei foi encontrar pessoas que com menos conhecimento, tinham aquilo que sempre busquei.

Não provei, não toquei, não achei, e sempre imitei.

Talvez minha motivação fosse a causa da minha decepção.

 E tive que me contentar em saber, que ao impor minhas mãos e passar o poder, é algo que talvez eu nunca vou ter.

Meu nome é

SIMÃO O MAGO. 

Homossexualismo ameaça o nosso direito de opinião e escolha.

QUESTÃO DE OPINIÃO.

O que seria do batman se não houvesse o Coringa.
O que seria do Corinthians se não houvesse o Palmeiras.
Tudo tem seu contrario todos os lados tem seus inimigos ou algo contrário, o raso tem o fundo, o claro o escuro, o preto tem o branco, o alto o baixo.
Menos Deus, embora possamos dizer, que o contrario do bem é o mal, Deus não tem contrário. Ele é superior a tudo que existe Ap 17:14.
Todos temos direito de escolha, se você não bebe devemos respeitar seu direito de escolha de não beber, embora eu seja contra o consumo excessivo do álcool tenho que respeitar a opinião de quem bebe.
Se caso você não gosta de feijão, você nunca será forçado a comer feijão sem sua vontade.
Eu gosto de um bom cafezinho, mas já encontrei diversas pessoas que não gostam, e nem por isso os forcei a tomar café, pelo contrario tomaram xá ou leite.,
Mas e se nossa liberdade de escolha ou opinião fosse tirada, já pensou.
Se você ao ir em uma concessionária fosse obrigado a comprar somente carro rosa.
Tomar café puro todo dia, sem leite, torcer para a Argentina.
Mas ai você diria o seguinte.
Mas eu não gosto de carro rosa, e não tomo café, e não sou Argentino.
E então eu diria a você:
¨Não meu amigo, quer dizer que você não gosta de café? então se você não gosta,  conseqüentemente você odeia café, e isso caracteriza-se preconceito¨
E você diria que também não gosta de carro rosa, e eu diria:
“Você tem que aceitar carro rosa agora e pronto”
E quanto ao torcer pela Argentina:
“Se você não torcer pela argentina nesta copa eu posso te processar por argentofobia ódio por argentino, somente pelo simples fato de você ser contra.
Então a pressão seria tão grande que você com medo de dizer que não gosta de determinada coisa diria que é simpatizante de carro rosa café a da Argentina.
Ai para facilitar sua aceitação a carro rosa café, e torcida Argentina, nós os adeptos moveríamos a mídia a favor disso, todos os artistas de novelas teriam carro rosa, em vez de tomar cerveja ou leite ou qualquer outra bebida, tomaria-se café, e todos usariam as vezes roupas com cores azuis e brancas, e sempre haveria um argentino em cada novela ou programa de tv.
E ai para se esmagar os movimentos contrários a esses gostos impostos, nos os adeptos iríamos convidaria esses movimentos do contra, para debates em programas de televisão, não para discutir opiniões, mas para simplesmente massacrar sua opinião em rede nacional.
Pouco a pouco você iria ser obrigado a ter um carro rosa, tomar café todos os dias e acompanhar notícias e jogos da argentina.
Ai você que tem uma mente sensata diria.
Onde esta meu direito de opinião?
Onde esta meu direito de escolha? onde esta a oposição o lado contrário?
E é isso que o movimento homossexual tem feito com nosso direito de opinião.
Falo isso por que esta semana li em uma matéria na internet sobre um piloto de stock car que criticou a globo por ter colocado um ator piloto de stock car gay em uma novela das oito.
Simplesmente pelo fato de ele dizer que era contra esse tipo de pratica que não refletia a realidade da sua categoria, ele foi duramente criticado em diversos meios de comunicação somente pelo fato de ser contra.
Na verdade o movimento gay que se diz tão liberal não aceita mais o fato de que sempre existiu pessoas que mesmo sem influencia de religião, ou qualquer outra coisa não concordem com suas praticas.
Podemos somente relembrar o caso mais recente do Ex BBB Dourado que em rede nacional disse não ser simpatizantes das opções sexuais de seus colegas de casa.
Ele foi massacrado aqui fora tendo recebido até mesmo o título de Homófobico.
Vale lembrarmos que Homofobia no seu neologismo é na verdade o ódio por homossexuais que a determinado ponto induz a um crime ou homicídio.
Mas o simples fato de não concordar com tais praticas não se caracteriza homofobia mas sim direito de opinião.
E nem ao menos preconceito, pois o Preconceito é um conceito pré formado a respeito de determinado assunto, sem ter conhecimento dele o que gera discriminação e violência .
Mas no caso do homossexualismo já temos um conceito formado o que não caracteriza preconceito.
O conceito é “Sou contra e pronto ”.
O que os movimentos gays estão fazendo é tirando a nossa liberdade de escolha e de opinião, e tachando de homofóbicos ou preconceituosos todos os que se opõe a suas praticas e escolhas.
É o mesmo que eu dizer a você, que você é um ladrão simplesmente pelo fato de você não concordar com a maneira que a policia de seu bairro trabalha, ou não gostar do uniforme cinza da PM.
Todos temos direito de opinião esta na lei
Todo Homem tem direito à liberdade de opinião e expressão.
Está na declaração dos direitos humanos e seu artigo xix
Declaração dos Direitos Humanos 1948
Artigo XIX.
Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência…

Liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente opiniões,idéias e pensamentos.
É um conceito basilar nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.

Resumindo vivemos em um país onde a lei maior nos assegura a liberdade de OPINIÃO E EXPRESSÃO alem dos direitos como o de ir e vir, o de culto e credo, entre outros assegurados por lei como Liberdades constitucionais.
Então temos o direito de expressar nossa opinião contrária ao homossexualismo independente de qual seja, ela deve ser levada em conta e não atacada e taxada como preconceituosa e homofóbica.
Da mesma forma que algumas pessoas tem o direito de serem homossexuais e defender e ter orgulho de ser, nós heterossexuais também temos o direito de ser heteros, e orgulho de sermos homens ou mulheres convictos de nossa sexualidade.
Sendo assim também quando nós homens e mulheres somos atacados ou persuadidos a aceitar a homossexualidade ou lesbianismo como imposição podemos definir isso como heterofobia o ódio por pessoas que tem atração pelo sexo oposto.
Não podemos deixar que os movimentos gays coloquem uma mordaça em nosso direito de opinião.
Seja por motivos religiosos ou qualquer que seja, se você é do contra, defenda, e se você não concorda com as prática, homossexuais defenda sua opinião, seja pulso firme e não deixe que te enfiem tais práticas por guela a baixo.