A incrível história do reinado de Soviniic e Nenar

A incrível história do reinado de Soviniic e Nenar

Em um reinado chamado kardian, um certo rei  chamado     Silvanos Terceiro tinha dois filhos, os príncipes Soviniic e Nenar, gêmeos univitelinos,  eram os sucessores de seu pai ao trono, sua mulher a rainha Lawad  tinha morrido no parto deixando ele solteiro com os meninos.

Nenar, um rapaz sério, estudioso, dedicado ao treino com espadas, sempre acompanhava seu pai nas caçadas, nas batalhas e também nas visitas a outros impérios.

Um jovem que desde pequeno já tinha em seu sangue o caráter real, todos os conselheiros do rei diziam que ele seria o melhor sucessor que seu pai poderia encontrar, rapaz muito vaidoso, vivia sempre “paparicado” pela realeza e a classe mais rica do império, era também o queridinho dos conselheiros do rei, homens que ajudavam sua majestade  em decisões importantes, também eram políticos sem escrúpulos que se enriqueciam as custas dos impostos e sofrimentos do povo.

Soviniic bem ao contrario do seu irmão, amava cavalgadas, bebia com os plebeus do reino, odiava o clima do palácio e sempre o trocava por uma boa conversa na praça pública com os súditos de seu pai.

Homem simples e divertido, adorado por todo o povo, passava noites a fora na floresta com os rebeldes do reino em intermináveis festas regadas com vinhos que ele sutilmente furtava da adega do  palácio real, homem viril sempre se envolvia com belas mulheres do povo, bem ao contrário de seu irmão Nenar, que não gozava de tal popularidade.

Certa manhã algo modificou a história daqueles dois rapazes, o rei Silvanos havia morrido enquanto dormia, há tempos ele andava doente devido a uma pneumonia adquirida no ultimo inverno.

O povo do reino ficou perplexo com a morte do rei e receoso por ter que cair nas mãos de seu filho Nenar, embora todos o odiassem, eles sabiam que seria o melhor para o reino, pois a maioria dos conselheiros do rei e alguns pensadores do povo consideravam seu irmão Soviniic um homem despreparado para tal cargo e sem força para comandar o reino.

Ele mesmo, Soviniic, nem fazia questão de herdar o reinado de seu pai, estava acostumado com a vida de farras e não sentia preparado para comandar o reino.

Dizia ele:

“Deixe este negócio de ser rei para meu irmão, eu não tenho potencial para comandar este grande reino, me dêem uma casa no campo, um menestrel para me entoar cânticos, belas mulheres nuas embebedadas com vinho e ficarei feliz por toda a vida”

Seu irmão Nenar assumiu o reino, muitos pensavam que ele continuaria o estilo de reinado de seu pai, que embora não fosse bom, em alguns momentos dava lampejos de melhora, mas foi o contrário, o poder lhe subiu a cabeça, ele em pouco tempo modificou todo o reino mergulhando o império em verdadeira crise administrativa.

Eis ai algumas de suas decisões que indignaram o povo:

Ele mandou as tropas reais investirem contra os rebeldes que até então estavam em trégua e ordenou que os enforcassem em praça pública, para sufocar todo os movimentos contrários ao reino.

Aumentou os impostos, e em certas casa que não tinham condições de pagar levou como forma de pagamento, as jovens filhas, geralmente virgens, que eram usadas em rituais religiosos. O rei aderira a uma religião que pregava que ao tirar a santidade de uma virgem e matá-la sua beleza seria possuída pelo homem que rompeu sua púbis, esta religião causava nojo em todos do reino por ser a religião das bruxas.

Proibiu as festas em praça pública.

Proibiu quaisquer outras manifestações religiosas

Proibiu que os pensadores discursassem no átrio do palácio como era comum entre os sábios do reino, dizia ele: “Eles podem influenciar o povo contra mim com seus pensamentos ¨

Matou trinta dos cinqüenta conselheiros, todos por fazerem oposição a sua conduta.

Todas estas decisões causaram indignação em reinos ao derredor, que já armavam um ataque ao seu reino.

Mas isso iria mudar.

Certa vez em uma de suas festas reais, ele pediu o cardápio de virgens e lhe trouxeram certa jovem por nome Kirea, jovem que havia sido presa por falta de pagamento de impostos, ele reclamou por ela não ser virgem e não ter valor para tanto, mas os guardas do reino disseram-no, que só a prenderam por que havia rumores no reino de que essa jovem estaria grávida de seu irmão.

Ele viu neste momento um meio de fazer uma barbaria, aquela altura uma semente de seu irmão poderia significar uma ameaça a seus planos, então, decidiu-se deitar com a suposta mulher de seu irmão, usá-la de todas as formas, praticar com ela todas as orgias que se pudesse conhecer e depois entregá-la aos guardas para que os mesmos a matassem.

Mas algo deu errado, colocaram a jovem no quarto real, toda nua e amarrada na cama, tinha uma beleza selvagem típica as mulheres do reino, corpo torneado ombros largos, pele branca como o leite, lindos cabelos loiros, alvos como a neve, um rosto delicado, com lábios tentadores,  toda essa beleza escondia habilidades de guerra que nem os mais bem treinados soldados do reino tinham, ao lado dela colocaram uma garrafa de vinho para dar uma temperada na noite que começaria, mas a jovem muito astuta consegui se soltar e ficou no quarto fingindo que estava presa esperando o rei.

O rei ao entrar fechou a porta e foi surpreendido pela jovem que pegou a garrafa e a quebrou na cabeceira da cama, e com um golpe certeiro cravou no rosto do rei, fugindo pela janela com a velocidade de um gato.

O rei sobreviveu, mas ficou com uma grande cicatriz no rosto, com o corte veio uma gravíssima infecção, ficou em repouso em seus aposentos por muitos dias, todos do reino diziam:

“O que será de nós caso o rei morra, ficaremos nas mãos dos conselheiros, que nos esfolaram com altos impostos, ou nas mãos do irresponsável príncipe Soviniic

Esses dizeres chegaram junto com a notícia do incidente aos ouvidos de Soviniic, que estava em uma viagem com alguns amigos, voltou o mais rápido que podia para ficar com o irmão, não estava gostando de ter que assumir o reinado e perder a sua vida de regalias, não encarava com bons olhos ter que viver o dia a dia de um rei solitário em seu palácio.

Uma grande multidão aguardava do lado de fora no pátio do palácio por uma notícias animadora de seu rei.

Torcendo pela melhora do Rei, e com medo dos ataques dos reinos vizinhos que viam na debilidade do rei um motivo para avançarem  com suas tropas.

Certa manhã, o quarto ficou agitado, os médicos bateram na porta e ouviram uma voz de dentro que deduziram ser do rei Nenar, não era fácil identificar quem era, pois ambos estavam no quarto e tinham a voz parecida.

“Vão embora eu já estou melhor, não quero ver ninguém, estou com uma aparência horrível, pareço um monstro, não quero ver ninguém.”

Naquele dia na sacada da janela real todo o povo teve a visão que desejava, entre as cortinas de tule, viram um homem de roupas reais  com uma faixa enrolada no rosto, ele acenou para todos que disseram.

“Vida longa ao rei.”

E foram todos dispersos pela guarda real para sua casa.

Fora do quarto, os conselheiros esperavam a saída do rei, mas quem saiu foi seu irmão que logo depois trancou a porta por fora.

Todos perguntaram como rei estava e seu irmão disse:

“Todos sabemos como meu irmão, o rei Nenar, é um homem vaidoso e totalmente zeloso de sua beleza, ele esta traumatizado com as feridas em seu rosto causado neste incidente de cavalo que vocês me informaram, ele disse que nunca mais irá sair deste quarto pois considera sua aparência pior que a de um monstro, ele quer que vocês isolem esta ala do palácio para somente para ele, daqui,  irá comandar todo o reino, mas não quer ver ninguém pelo resto da vida, eu serei a sua boca e seus olhos, ele assim quer, e castigará com a morte qualquer que questionar este decreto e tentar ver seu rosto.

Assim seja, gritaram os conselheiros.

O decreto não agradou a todos, mas deixou-os tranquilos quanto a presença real no comando.

Então o reino foi sendo comandado pelo rei de seus aposentos, mas seguindo com um estilo muito diferente do normal.

Todas as manhãs o príncipe Soviniic ao acordar, entrava no quarto de seu irmão para pegar as ordens dele, e levar documentos para assinar, e leis para discutir.

Soviniic colocou quarto valentes do povo nas portas dos aposentos reais para proteger a entrada com suas próprias vidas.

Ele fazia uma reunião diária com os conselheiros e levava as opiniões a seu irmão e trazia soluções e decretos inquestionáveis.

Em apenas alguns meses o rei Nenar  modificou todo o reino, muitos atribuíam a sua debilidade que o tornou mais humano e sensível aos problemas do povo.

Ele permitiu a volta das festas públicas algumas até financiadas pelo império.

Permitiu a livre escolha de religião.

Diminuiu os impostos, proibiu outras formas de pagamento que não fossem dinheiro e produtos.

Permitiu a volta dos pensadores e filósofos ao pátio do palácio e também montou escolas de pensamentos, colocando esses filósofos e pensadores como professores.

Usando a diplomacia de seu irmão fez as pazes com os rebeldes e os contratou para seus guardas reais.

Elegeu entre o povo representantes para conselheiros.

Com a diplomacia de seu irmão conseguiu fazer alianças com reinos inimigos.

Enfim o povo amava o rei como um filho ama seu pai.

Depois de um tempo seu irmão Soviniic descobriu o que tinha ocorrido naquela noite, o que realmente havia acontecido com o rosto de seu irmão, muito diferente da história contada sobre a queda do cavalo.

Ele disse a todos que perdoava seu irmão, e não guardaria rancor pois ele estava pagando em seu rosto pela sua crueldade.

Soviniic foi atrás de seu filho e o trouxe junto com sua  mulher ao palácio, logo teve mais três filhos.

Quinze anos se passaram, o filho mais velho de Soviniic estava com dezoito anos, já era um jovem bem preparado para o trono e muito querido pelo povo.

Certa vez em uma cavalgada, Soviniic foi surpreendido por um urso que assustou seu cavalo, caiu e quebrou o pescoço, a morte abalou o reino.

Todos ficaram perplexos e sem saber o que fariam, pois Soviniic estava morto, ele era a voz de seu irmão, precisaram dar a Nenar a péssima notícia, porém ele não abria a porta do quarto,  decidiram então invadir os aposentos reais, em dezoito anos ninguém jamais tinha entrado naqueles aposentos.

Os conselheiros reais mataram os guardas e invadiram os aposentos, mas chegando lá, tiveram uma surpresa.

Nada havia ali, ninguém, apenas um baú, trancado.

Quanto foi aberto, havia apenas um esqueleto, que para espanto de todos era o esqueleto do rei Nenar, já totalmente decomposto.

Então, toda mentira foi descoberta.

O rei Nenar já estava morto a dezoito anos.

Toda história de não sair do quarto por causa da cicatriz horrível no rosto, havia sido criada por seu irmão para não assumir o reino e ter em suas costas o peso do reinado, ele inventou toda a história e se passava por seu irmão por todos esses anos, mas tomava todas a decisões sozinho.

O fato causou muito espanto em todo o povo, e os conselheiros que sempre julgaram Soviniic como um irresponsável e despreparado, sem saber que aquele rapaz que cavalgava e se divertia com sua mulher filhos e amigos, foi o melhor rei que o reino já teve.

As pulseirinhas do amor.

As pulseirinhas do amor.


Um alerta aos pais.
Como já não se não fosse novidade tudo que vem para o Brasil vira moda.
Desde os tempos dos hippies tudo que é lixo e que visa distorcer os valores da família e da sociedade tem desembarcado aqui, e sendo adotado por uma legião de seguidores, mesmo sendo produto nacional como o funk ou axé, os jovens e adolescentes de hoje se vem tomado de uma atração satânica por modismos que exaltam a sexualidade a falta de respeito e a violência social.
Na verdade o que vale e curtir a moda do momento e não analisar suas conseqüências ou os males que ela pode trazer.
Se a moda for, passar fezes no corpo a galera entra de cabeça no coco.
A moda agora são as chamadas pulseirinhas do amor, na verdade não se sabe ao certo onde tenha surgido, mas o seu Pais de origem tem sido apontado por muitos como a Inglaterra  onde são denominadas shag bands ( pulseiras do sexo ).
Ela é feita de silicone e custa entre R$ 0,10 dez centavos e é encontrada em camelos e lojas, com diferentes cores cada uma com seu significado:
Amarela – significa das um abraço no rapaz, Laranja – significa uma
dentadinha do amor, Roxa – já dá direito a um beijo com língua.
Cor-de-rosa – a menina tem de lhe mostrar uma parte intima do corpo, Vermelha – tem de lhe fazer uma dança sensual, Verdes – são as dos chupões no pescoço.
Já no caso da Azul, Preta, e Dourada seu significado já parte para atos sexuais.
O jogo se baseia em quebrar a pulseira do seu amigo (a) para que ele faça aquilo que a cor da pulseira manda.
Estas pulseirinhas já se tornaram moda em alguns estados do Brasil, e já vem causando preocupações em diversos pais e educadores.
Seu uso desde o surgimento já passou de uma simples brincadeira e já esta se tornando caso de dor de cabeça em muitas escolas publicas e particulares que vem proibindo seu uso entre os alunos.
Shannel Johnson, de 32 anos, descobriu através da filha, de oito, o significado das pulseiras que ela mesma considerava inofensivas.
O Batalhão Escolar do DF deu início a uma campanha preventiva, para proibir o uso das pulseiras por jovens e adolescentes nas escolas, depois de diversos casos de estupros ocasionados pelo uso das pulseiras. Diversos casos envolvendo as pulseiras e abusos sexuais,  vem ganhando os noticiários como os casos ocorridos entre março e abril nas cidades de Londrina (PR) e Manaus (AM) onde meninas que usavam as pulseiras foram violentadas e estupradas.
Uma adolescente de 13 anos foi estuprada por quatro rapazes após ter a ‘pulseirinha do sexo’ rompida no terminal urbano, em Londrina.
Bom não a nada mais que se falar, estes como outros casos já servem de alerta para os pais ficarem ligados no que seus filhos estão usando, e com quem estão se envolvendo.
Principalmente nós que somos pais cristãos de devemos educar nossos filhos de acordo com os preceitos bíblicos.
Pois para mim muitos destes adolescentes são vitimas de uma psicologia de grupo, na necessidade de se ter um status ou um significado no meio do grupo onde vivem, acabam aderindo a moda imposta pelo grupo.
Se para ser uma pessoa popular deve-se ouvir funk, vamos ouvir, se deve-se fumar, beber ou usar drogas vamos fumar beber e usar drogas, se para fazer parte do grupo ou aparecer se deve beber urina de cavalo, ou comer coco de pombo no pão, vamos comer, pois o que importa é ser popular fazer parte do grupo. Infelizmente esta tem sido a mentalidade de muitos jovens de nossa época.
Em contrapartida com todo este modismo temos o jovem Cristão aquele que não é contaminado com estas porcarias que satanás inventa.
A bíblia nos diz que o sexo deve ser realizado após o casamento, o ato sexual não se resume apenas em  uma forma de prazer, envolve uma entrega, a bíblia declara que ambos se tornam uma só carne, o homem que se junta com uma mulher para Deus se torna um com ela independente de quem ela seja.
1 Corintios 6:15 Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo.
A bíblia proíbe incessantemente o sexo antes do casamento em diversos textos, o único ato sexual que a bíblia permite é o realizado dentro do casamento onde ambos, homem e mulher se tornam uma só carne, com consentimento divino.
Gênesis 2:24 –  Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.
O sexo não foi criado para o simples prazer como muitos pensam, mas sim para reprodução, embora haja prazer em seu ato sempre devemos lembrar que sua maior função é a reprodução.
Por isso a bíblia proíbe sexo antes do casamento em diversos textos, pois não tem o intuito de reprodução entre casais e sim de prostituição adoração da carne prazer próprio o que é coisa maligna.
Atos 15.29
Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Bem vos fará.
1 Corinthios 5:1
GERALMENTE se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai.,
1 Corinthios 6:13
Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o SENHOR, e o SENHOR para o corpo.
1 Corinthios 6.18
Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo, mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
A bíblia diz que nosso corpo e templo do Espírito Santo e devemos matelo sempre santificado.
Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
A bíblia caracteriza o ato de expor seus desejos sexuais como lascívia.
Ora, as obras da carne são conhecidas e são: … Lascívia… (Gl 5:19)

Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: …Paixão lasciva… (Cl 3:5)

Segundo o dicionário Aurélio lascívia é:
Lasciva: Sensualidade; lúbrica; desregrado (Devasso, libertino); libidinagem(Relativo ao prazer sexual, ou que o sugere; voluptuoso, Que procura constantemente e sem pudor satisfações sexuais); Luxúria.
Lascívia podemos definir como se insinuar sexualmente ou sensualmente  para qualquer pessoa, ou determinada pessoa,  quando um jovem ou uma jovem cristão esta usando estas pulseiras com cores diferentes embora possa dizer que não esta com a intenção de jogar o jogo da pulseiras esta cometendo o pecado de lascívia pois o próprio uso já da o entendimento que o (a) jovem esta se insinuando sexualmente para qualquer pessoa.  As pessoas que estão vendo as pulseiras não se importarão se estes (a) jovem esta usando por enfeite, mas sim irão interpretar como uma ato de lascívia de insinuação sexual.
O mesmo se compara a usar uma saia curtinha ou uma blusa bem decotada no meio da rua, ou ouvir musicas pornográficas.
Embora muitos digam que a maldade esta plantada no coração dos outros ela encontra sua raiz em nós quando damos razão a ela.
A maldade pode não esta no uso, mas sim na intenção maliciosa por trás destes usos. Se você como cristão sabe que tais instrumentos estão sendo usados por muitos como objeto sexual deve deixar de usar, lembre-se  você é o sal da terra e luz do mundo como diz a bíblia sagrada somos propriedade do Senhor Jesus cristo
Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus. 1Pedro 2:9.
Estamos neste mundo para sermos exemplo e não servimos de pedra de tropeço.
Gálatas 2:20  Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
Você como jovem deve ter a mente de Cristo e devemos andar sempre de acordo com o que a sua palavra diz, devemos andar  dignamente crescendo no conhecimento de Deus.
Colossenses 1:10 Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus.